© 2015 Companhia Patética. Criado por Comunica.Ações

Intervenções

Retrato
Poético

Um bonequinho caracterizado como um pintor à moda antiga aborda as pessoas com muita delicadeza e se oferece para fazer um retrato. Um retrato poético – é claro! Afinal de contas o nosso “Pintorzinho” é um artista. Convite aceito, ele então começa a sua obra-prima sobre o cavalete. Espiando a pessoa retratada e pincelando de acordo com o seu talento, esse gracioso bonequinho termina sua obra. Qual será o resultado? Será que o nosso artista é capaz de pintar expressões e imprimir sentimentos em tão pouco tempo? Essa é uma surpresa que só será revelada no contato direto com esse Retrato Poético.

 

Gênero: Intervenção Teatral

Recomendação: Livre

Duração: a combinar

Fotos: Liz Moura

1/3
Realejo
Poético

Delicados dedinhos escolhem coloridos papeizinhos...

Notas musicais misturam-se a frases que dizem algo mais...

 

O que é que vem chegando e a todos encantando?

 

É o Realejo Poético, uma intervenção original que estabelece contato com as pessoas através do lirismo da poesia e do encanto do Teatro de Bonecos, permeados por uma música doce, suave, que embala lembranças e desperta emoções.

 

Trata-se de uma intervenção itinerante na qual um bonequinho – chamado carinhosamente de “Poeta” - sorteia poesias para o público ao som de música ao vivo.

 

Foi criado pela Cia. Patética com a intenção de resgatar a beleza da escrita e da oralidade que as poesias nos proporcionam, aprofundando ainda mais o contato com o público através do Teatro de Animação.

 

Gênero: Intervenção Teatral

Duração: a combinar

Recomendação: Livre

Fotos:  Arô Ribeiro e Cia. Patética

 

1/3
Prazer,
Poesia!

Semeando letras, plantando livros, colhendo poesias e escritos, essa intervenção artística frutifica inspirações e floresce sentimentos em nossos corações.

 

Muito prazer, Poesia!

 

Sim, ela mesma em pessoa (ou melhor, em animação), vem colher de dentro dos livros tudo o que é plantado pela imaginação dos autores.

 

Assim, de todos os livros que traz consigo “florescem” surpresas encantadas. E é a imaginação do “leitor” que dirá o que foi que encontrou dentro do livro: um sol iluminado? um caracol colorido? flores delicadas? estrelas encantadas? ou um surpreendente arco-íris? Vamos deixar a imaginação acontecer!

 

Ah! E sem esquecer – é claro – de um livro muito especial, cheio de poesias, frases e outros escritos que nos lembram como é importante e prazeroso o momento em que estabelecemos contato com um livro e a delícia que é a possibilidade de decifrá-lo.

 

E é esse o convite que a Cia. Patética e a nossa amiga Poesia fazem a todos: “- Vamos à leitura, sempre muito bem acompanhados!”.

 

Gênero: Intervenção Teatral

Duração: a combinar

Recomendação: Livre

Fotos:  Roberto Skora

 

1/3
históriassopradas

Contação ambulante e intervenção de histórias ou contação de histórias e intervenção ambulante? Talvez a resposta não seja tão importante, pois a ordem dos fatores se altera com o vento. E é esta a ideia que pretende divertir, encantar e despertar sentimento. Vento que venta para trazer narrativas curtinhas que surgem de um sopro musical, de uma leve brisinha e fazem a imaginação voar alto, correr longe, dar um salto. Vento que venta e que passa, deixando uma história que abraça, que acarinha, que faz sonhar. Ventania de um momento que a qualquer instante pode voltar a ventar...

 

Gênero: Intervenção Teatral ou Contação Ambulante

Duração: 10 minutos (cada narrativa)

Recomendação: Livre

Fotos:  Cia. Patética

 

1/1

Estreiou em outubro 2015